Includes CC-BY-SA content from Wikipedia's DuckTales: Os Caçadores de Aventuras article (authors)

Duck Tales: Os Caçadores de Aventuras , conhecida em Portugal como Patoaventuras é uma série animada produzido pela Disney Television Animation exibida originalmente entre 1987 a 1990.

A série foi inspirada nas séries de quadrinhos da Disney, produzidas na sua maior parte por Carl Barks. É considerada a série animada mais famosa já produzida pela Disney, pelo fato de ter sido a que teve episódios no total 100. Além da série, também foi produzido um longa metragem, intitulado DuckTales O Filme: O Tesouro da Lâmpada Perdida, lançado em 1990, logo após terminar a série.

O episódio-piloto foi exibido em 11 de setembro de 1987 no Disney Channel nos Estados Unidos.

A nova versão na série animada DuckTales: Os Caçadores de Aventuras estreou no Disney XD em 12 de agosto de 2017.

História[editar | editar código-fonte]

Quando o Pato Donald decide se alistar à Marinha, ele pede ao seu Tio Patinhas para cuidar de seus sobrinhos, Huguinho, Zezinho e Luizinho em sua mansão. Embora a princípio, tenha tratado os meninos com frieza, Patinhas logo acaba se apegando a eles ao ver como os três são inteligentes e corajosos e assim, os leva como ajudantes em suas aventuras ao redor do mundo em sua contínua busca para aumentar ainda mais a sua riqueza. Além deles, o desenho apresenta aparições freqüentes do Professor Pardal (outro personagem vindo das histórias em quadrinhos), bem como participações especiais de Donald na primeira temporada e algumas aparições menores de Dora Cintilante, antiga namorada do Tio Patinhas, que marcou presença em uma das histórias mais aclamadas de Carl Barks.

O desenho também apresentou novos personagens para o Universo dos Patos: Madame Patilda (a babá que Patinhas contrata para tomar conta de seus sobrinhos); Patrícia (a neta de Patilda); Capitão Boing (o piloto de Patinhas e amigo íntimo da família); Asnésio (um admirador do Capitão Boing e um dos amigos dos sobrinhos) e Leopoldo (o mordomo da Mansão do Tio Patinhas). A segunda temporada mais tarde introduziu mais dois novos personagens regulares como parte das histórias da série: Bubba, um pato das cavernas que tem um triceratops como animal de estimação e Patralhão, o contador contratado por Patinhas que secretamente, é o super-herói chamado Robôpato (Gizmopato na versão portuguesa).

A maioria das histórias usadas no desenho gira em torno de praticamente três temas - o primeiro se concentra nos esforços dos heróis para impedir as tentativas dos vilões de roubarem a fortuna de Patinhas ou sua Moedinha Número Um; o segundo se concentra em uma corrida pelo tesouro ao redor do mundo e o terceiro foca-se na vida dos personagens do desenho. Embora algumas histórias sejam originais ou baseadas nas histórias em quadrinhos de Carl Barks, outras são paródias de histórias ou lendas clássicas, incluindo personagens baseados em pessoas fictícias ou históricas. DuckTales é bem conhecido por suas muitas referências à cultura popular, incluindo Shakespeare, Jack, o Estripador, Mitologia Grega, James Bond, Indiana Jones e Sherlock Holmes. Após a primeira temporada, a animação se distanciou das histórias sobre as viagens ao redor do mundo, com aventuras focadas principalmente em Patópolis (Patolândia na versão portuguesa).

Os principais vilões da série consistem naqueles dos quadrinhos: Pão Duro Mac Mônei (Flintheart Glomgold na versão portuguesa), o desonesto segundo pato mais rico do mundo, que procura de todos os meios superar Patinhas; os Irmãos Metralha, uma quadrilha formada por uma família de ladrões incompetentes, que tenta roubar a fortuna de Patinhas e, muitas vezes, alvejam sua Caixa-Forte de dinheiro e Maga Patalójika, uma poderosa feiticeira que procura roubar a sua Moedinha Número Um. Algumas mudanças foram feitas para esses vilões - ao contrário dos quadrinhos em que é sul-africano, Mac Mônei é também de ascendência escocesa; Maga possui um irmão chamado Poe, que foi transformado em um corvo; os Irmãos Metralha possuem personalidades diferentes e são chefiados por sua mãe, a Mamãe Metralha. A série também apresenta uma lista de pequenos vilões, a maioria dos quais tentava prejudicar os negócios de Patinhas.

A maioria dos episódios rodam em torno do Tio Patinhas, que envolve sempre a sua família, os seus amigos e, é claro, os seus inimigos. Os episódios têm as mais variadas histórias, que geralmente envolvem viagens para todos os locais do mundo, conhecendo outros povos, civilizações, fazendo novos amigos (e inimigos), procurando relíquias e tesouros lendários, disputando competições, desvendando mistérios e até viajando no tempo. Quando não estão a viajar, as personagens aventuram-se dentro da agitada cidade de Patopolis, onde vivem.

A série lembra em muitas das vezes, as aventuras de Indiana Jones, principalmente pelo espírito aventureiro do Tio Patinhas, lembrando em muito o famoso arqueólogo vivido por Harrison Ford.

Transmissão no Brasil e em Portugal[editar | editar código-fonte]

No Brasil a série foi transmitida originalmente entre os anos de 1988 e 1997 pelo SBT, com a dublagem feita na Herbert Richers para a televisão, dublagem pela qual a série se tornou mais conhecida no país.

A partir de 13 de abril de 2009, a série animada voltou a ser transmitida na Rede Globo, no programa infantil TV Globinho.

Em Portugal, estreou em 1988, no Clube Amigos Disney (RTP), na versão original, com legendas. Em 1991, voltou a repetir no Clube Disney (Canal 1), na versão original, com legendas. De 2002 a 2005, passou no Disney Channel, mas dublada. De 2008 a 2011, passou no Disney Cinemagic. Em 2009, também passou no espaço Disney Kids (SIC), com a mesma dublagem do Disney Channel Portugal. Em 2011 e 2012, voltou a transmitir no Disney Channel Portugal.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Fogueteiro Metralha 117671: Paulo Flores

Portugal[editar | editar código-fonte]

Episódios[editar | editar código-fonte]

Livros[editar | editar código-fonte]

Nizo Neto

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.