Disney Wiki
Advertisement

Family Guy (no Brasil, Uma Família da Pesada) é uma sitcom de animação norte-americana criada por Seth MacFarlane para a Fox Broadcasting Company em 1999. MacFarlane, além de ser o autor da série, contribui igualmente com as vozes de muitas das personagens.

A história da série gira em torno dos Griffins, uma família disfuncional que consiste nos pais Peter e Lois; os filhos Meg, Chris e Stewie; e o seu animal de estimação, o cão antropomórfico Brian. A série é ambientada na cidade fictícia de Quahog, Rhode Island, e a base de grande parte do seu humor vem de paródias da cultura pop americana.

A família foi concebida por MacFarlane após o desenvolvimento de dois filmes de animação, The Life of Larry e Larry & Steve. MacFarlane redesenhou o protagonista dos filmes, Larry e seu cachorro Steve, e rebatizou-os para Peter e Brian, respectivamente. MacFarlane lançou um piloto de quinze minutos para a Fox que foi transmitido em 20 de dezembro de 1998. Depois do episódio piloto do programa foi dada a luz verde e começou a produção da série. Pouco depois da terceira temporada de Family Guy ir ao ar em 2001, a Fox cancelou a série. No entanto, as favoráveis vendas do DVD e os altos índices de reprises convenceram a rede a renovar o programa em 2004.

Family Guy foi indicada para doze prêmios Emmy e onze Annie, ganhando três de cada um. Em 2009, foi indicada ao Emmy de melhor série de comédia, sendo a primeira vez que uma série de animação é indicada para essa categoria desde The Flintstones, em 1961. Family Guy também tem recebido críticas, incluindo comparações desfavoráveis devido as suas semelhanças com The Simpsons.

Origem[]

Seth MacFarlaneinicialmente concebeu Family Guy em 1995, enquanto estudava animação na Escola de Design de Rhode Island (RISD). Durante a faculdade, ele criou um curta-metragem para a sua tese intitulado The Life of Larry, que foi apresentado por seu professor da RISD à Hanna-Barbera, o que levou MacFarlane a ser contratado pela empresa. Em 1996, MacFarlane criou uma sequência de The Life of Larry intitulada Larry and Steve, que conta a história de um personagem de meia-idade chamado Larry e de seu cão intelectual, Steve; o curta foi transmitido em 1997, como um dos programas do What a Cartoon! Show, do Cartoon Network.

Os executivos da Fox viram os curtas de Larry e contrataram MacFarlane para criar uma série chamada Family Guy, baseada nesses personagens. A Fox propôs que MacFarlane concluísse um curta de quinze minutos e deu-lhe um orçamento de US$ 50 mil. Vários aspectos de Family Guy foram inspirados nos curtas de Larry.

Enquanto trabalhava na série, os personagens Larry e seu cachorro Steve lentamente evoluíram para Peter e Brian. MacFarlane disse que a principal diferença entre The Life of Larry e Family Guy era que "The Life of Larry foi apresentado, principalmente, no meu quarto, enquanto Family Guy foi exibida após o Super Bowl". Após o piloto ter ido ao ar, foi dada luz verde à série. MacFarlane usou como inspiração vários seriados, como The Simpsons e The Family Stone. As ambientações foram retiradas de vários desenhos animados que eram transmitidos aos sábados de manhã nos anos 1980 e que MacFarlane via quando era criança, tal como The Fonz and the Happy Days Gang e Rubik, the Amazing Cube.

A família Griffin apareceu pela primeira vez na demo que MacFarlane apresentou para a Fox em 15 de maio de 1998. Family Guy foi originalmente planejado para começar como pequenos curtas que seriam apresentados no programa MADtv, mas o plano mudou porque o orçamento de MADtv não era grande o suficiente para apoiar a produção da animação. MacFarlane então percebeu que essa seria a oportunidade para criar uma série de animação voltada para o horário nobre do canal. Family Guy foi apresentada originalmente para a Fox no mesmo ano da série King of the Hill, mas o programa não foi comprado pela emissora até anos depois, quando King of the Hill tornou-se um produto bem sucedido. A Fox encomendou treze episódios de Family Guy para serem lançados no meio da temporada, após MacFarlane impressionar os executivos da emissora com uma demo de sete minutos.

Elenco[]

Seth MacFarlane dubla quatro dos principais personagens da série: Peter Griffin, Brian Griffin, Stewie Griffin e Glen Quagmire. MacFarlane escolheu por si mesmo a voz desses personagens, acreditando que seria mais fácil retratar as vozes que ele já havia imaginado do que para outra pessoa tentar dublar os personagens. A inspiração de MacFarlane para a voz de Peter veio um segurança que ouviu falar, enquanto frequentava a Rhode Island School of Design. A voz de Stewie foi baseada na voz do ator britânico Rex Harrison, em especial em desempenho no drama musical de 1964, My Fair Lady. MacFarlane usa sua voz normal quando dubla Brian e também fornece as vozes de vários outros personagens recorrentes, sendo os mais proeminentes o vizinho dos Griffins Glenn Quagmire, o âncora Tom Tucker, e o pai de Lois, Carter Pewterschmidt. Alex Borstein dubla Lois Griffin, a correspondente asiática Tricia Takanawa, Loretta Brown e a mãe de Lois, Barbara Pewterschmidt. Borstein foi convidada a dublar para o episódio piloto da série, enquanto ela estava trabalhando na MADtv. Ela não conhecia MacFarlane ou tinha visto qualquer um dos seus trabalhos e disse que estava "realmente perdida". Na época, Borstein realizava um espetáculo em Los Angeles, no qual ela interpretou uma mãe ruiva, cuja voz tinha base em um de seus primos. Seth Green dubla os personagens Chris Griffin e Neil Goldman. Green afirmou que fez uma imitação de "Buffalo Bill", personagem do filme de suspense The Silence of the Lambs, durante a sua audição. Mila Kunis e Lacey Chabert dublam Meg Griffin. Chabert deixou a série por causa dos conflitos de tempo com o seu papel em Party of Five e trabalhos escolares. Kunis fez o teste para o papel e depois foi chamada de volta por MacFarlane, que a instruiu a falar mais devagar, e então disse-lhe para voltar outra hora e articular mais. Quando ela disse que tinha tudo sob controle, MacFarlane a contratou. Mike Henry dubla Cleveland Brown e Herbert, assim como alguns personagens secundários recorrentes, como o artista performático Bruce. Henry estudou com MacFarlane na Rhode Island School of Design e manteve contato com ele depois que se formou. Alguns anos mais tarde, MacFarlane entrou em contato com ele sobre fazer parte da série, ele concordou e entrou em campo como roteirista e dublador. Durante as quatro primeiras temporadas, ele foi creditado como um ator convidado, mas no espisódio "Prick Up Your Ears" da quinta temporada ele começou a ser creditado como membro do elenco principal.

Personagens[]

A animação gira em torno das aventuras da família de Peter Griffin, um trapalhão, mas bem-intencionado trabalhador. Peter é um americano descendente de irlandeses e católico, com um proeminente sotaque da região de Boston, Massachusetts. Sua esposa Lois é uma dona-de-casa e professora de piano, e tem um distinto sotaque da Nova Inglaterra, por ser membro da rica família Pewterschmidt. Peter e Lois têm três filhos: Meg, sua filha adolescente que é frequentemente alvo de piadas devido à sua rusticidade e falta de popularidade; Chris, seu filho adolescente, que está acima do peso, é pouco inteligente e, em muitos aspectos, é uma versão mais nova de seu pai; e Stewie, o seu filho bebê diabólico de orientação sexual ambígua, que tem trejeitos de adulto e fala fluentemente com sotaque britânico e frases de arquivilão estereotipadas. Brian, o cão da família, um ser antropomórfico, bebe e fuma excessivamente. Com o passar dos episódios, ele e Stewie foram caindo na graça do público, e por isso, hoje em dia, aparacem tanto quanto Peter, o verdadeiro protagonista.

Muitos personagens recorrentes aparecem ao lado da família Griffin. Estes incluem os vizinhos da família: o maníaco por sexo e piloto de avião Glenn Quagmire, o leve e educado proprietário de lanchonete Cleveland Brown (a partir da nona temporada saiu da série para estrear a animação The Cleveland Show) e sua esposa (ex-esposa a partir da quarta temporada) Loretta Brown com seu filho hiperativo, Cleveland Jr; o paraplégico policial Joe Swanson, sua esposa Bonnie, seu filho Kevin e sua filha Susie (Bonnie estava grávida de Susie, desde o início da série até o episódio 7 da oitava temporada); o paranóico farmacêutico judaico Mort Goldman, sua esposa Muriel e seu filho nerd e chato Neil; e o idoso pedófilo Herbert. Os âncoras da TV Tom Tucker e Diane Simmons, a repórter asiática Tricia Takanawa e o meteorologista Ollie Williams também fazem aparições frequentes. O prefeito de Quahog, Adam West (dublado pelo próprio), também aparece regularmente.

Advertisement